Criar em Tempos de Desesperança

No último dia 30 de julho, o arquiteto Ronald Rael e a designer Virginia San Fratello instalaram, juntamente com a sua equipe, gangorras na cerca que delimita a fronteira entre Estados Unidos e México, situada entre as cidades de El Paso, do lado estadunidense e a mexicana Ciudad Juaréz.

Imagens de crianças se divertindo com o brinquedo foram compartilhadas nas redes sociais de todo o mundo, despertando comentários e reflexões. 

As questões em torno das fronteiras são pulsantes em um mundo de cercas e sanções. Diásporas, migrações, busca por refúgio e segurança são o retrato da barbárie e da desesperança que vitimizam milhares todos os dias. E há muito tempo. 

Uma simples gangorra rosa, contrastando com a aridez da terra e do o metal, foi capaz de provocar um momento de alegria e compartilhamento.

A insubordinação dos artistas em autorizar o que é violentamente suprimido, proporcionando uma união simbólica e efêmera em meio a tanta dor e cerceamento, mostra a potência da capacidade criadora em tempos de violência, desesperança e opressão.

De lá a brincadeira que resiste, de cá o vídeo que reconta uma história. No dia 25 de julho celebra-se o Dia Nacional de Tereza de Banguela e Dia Internacional da Mulher Negra, Latina e Caribenha, e foi o dia escolhido pela banda El Efecto para o lançamento do clipe de “Carlos e Tereza”. A partir da brincadeira de três crianças, o vídeo mostra a alegria de uma roda de samba e a resistência dos grupos e movimentos sociais em tempos em que a insubordinação se faz necessária. A rebeldia de reencenar uma história da forma que ela aconteceria sob olhares de quem se atreve. A arte não de desvencilha da política, e assim, criar em tempos difíceis passa por refletir os desejos, os medos e a teimosia de quem insiste em brincar e viver criando.


Lorraine Mendes é professora substituta da EBA-UFRJ, Doutoranda em Artes, Cultura e Linguagens pelo IAD-UFJF, artista e tatuadora.


Está curtindo a Trama? Cadastre seu e-mail e receba regularmente as edições!



Algumas imagens que estão na Trama foram enviadas pelos autores sem as devidas referências. Se, porventura houver imagens sobre as quais você tenha os direitos sobre ela, por favor entre em contato conosco através do e-mail: fredericolopes@artebodoque.com.

Anúncios

Deixe uma resposta